A Promotoria da Suécia disse nesta terça-feira, 19, que arquivará o caso contra Julian Assange, fundador do WikiLeaks, atualmente preso no Reino Unido. Ele é acusado de estuprar uma mulher em 2010. "Anuncio minha decisão de encerrar esta investigação", anunciou a vice-procuradora-geral Eva-Marie Persson. "Todos os recursos da investigação foram esgotados sem evidên...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários