Pressionada, em meio a desculpas e promessas de "tolerância zero", a Igreja Católica começa nesta quinta-feira, 21, a maior cúpula de sua história sobre abusos sexuais, reunindo no Vaticano 190 religiosos, incluindo 114 representantes das conferências episcopais do mundo todo, como a brasileira CNBB. Na quarta-feira, 20, o diário espanhol El Pais informou, com base e...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários