É natural: qualquer pessoa que se propõem um objetivo chega a duvidar de si mesma no meio do caminho. E também não é raro que, durante o processo, medos e angústias invadam a cabeça de quem imagina estar tão próximo de realizar um sonho de vida. Conforme a psicóloga Fernanda Tochetto, nossos pensamentos e o que comunicamos ao nosso cérebro têm muita influência nos comportamentos, atitudes e, consequentemente, nas performances e resultados. “Pensamentos negativos podem atrapalhar e devem ser evitados”, garante. 

Para a psicóloga, algumas atitudes devem ser tomadas com o objetivo de blindar o cérebro de pensamentos inoportunos, que não contribuem em nada para o resultado almejado. “Em primeiro lugar, é importante encarar de frente os empecilhos que eventualmente surjam na trajetória. Assim, faz-se necessário dar um basta nas reclamações e lamentações e focar na superação dos obstáculos. Eu vejo muitas pessoas remoendo problemas com olhos voltados para o que já passou. Mas você não vai mudar o que já se instalou. Foque, então, na solução do problema no presente, buscando aquilo que vai trazer o resultado esperado, impactando positivamente.”

A segunda dica sugerida pela psicóloga é evitar com que mais informações negativas somem aos pensamentos que atormentam. Essas informações podem vir da televisão, do rádio, da internet, de um grupo de amigos etc. “Reflita sobre onde você está inserido e evite o que possa lhe transmitir informações negativas. Pare de procurar aquilo que não contribui para o seu crescimento profissional e pessoal”, diz.

E se “mente vazia é oficina do diabo”, é importante então mantê-la ocupada. Essa é a terceira atitude para blindar o cérebro de pensamentos negativos. “Leia um livro, assista a um filme que agregue novos conhecimentos, ouça pessoas inteligentes, cerque-se de tudo o que efetivamente pode colaborar para o seu desenvolvimento. Além disso, não fique apenas remoendo e se lamentando. Um trauma deve ser usado como um grande aprendizado para acelerar novas conquistas”, aconselha Fernanda. 

A profissional ainda orienta as pessoas a se questionarem a respeito do que podem extrair de positivo de tal situação. “Sempre se pergunte: o que eu não quero repetir? O que eu vou fazer diferente da próxima vez? E pense e aja a partir disso.” Mas afastar informações negativas não é suficiente para bloquear os pensamentos inoportunos. É preciso também preencher a mente com ideias positivas.

“O piloto automático nos leva a olhar para o negativo o tempo todo, então direcione o seu radar para o que de bom acontece com você. As coisas positivas estão embrenhadas no mundo, ocorrendo ao redor e bem próximas a todos, mas porque as pessoas, costumeiramente, debruçam-se sobre os aspectos negativos, acabam não prestando atenção a elas e não as absorvendo.”

Como forma de se ater aos episódios mais construtivos, a psicóloga sugere o exercício da gratidão. “Seja profundamente grato por tudo o que lhe acontece, do ar que você respira a tudo que já conquistou, pelo apoio, dedicação, compromisso e parceria das pessoas importantes para a sua vida. Quem pratica a gratidão de verdade se blinda da inferioridade e da inconsistência. Ao ser grata e demonstrar tal qualidade, você acaba por sentir-se melhor consigo mesma”, afirma.

Outra atitude poderosa é limpar a mente, desconectando-a do que a desfoca dos objetivos a serem alcançados. Por isso, segundo Fernanda, a necessidade de aprender a respirar e ligar-se mentalmente com o presente: o aqui e o agora. “A respiração e a meditação certamente serão de grande auxílio para que você se concentre no que realmente interessa, livre-se da influência do ambiente externo e se ponha no controle do que quer sentir, pensar e fazer. Outra dica eficaz é ouvir música. Quando não estiver conseguindo se concentrar em suas tarefas e pensamentos negativos se aproximarem, coloque os fones de ouvido e ouça música, prestando bastante atenção na letra da canção. Certamente, você irá desfocar de ideias contraproducentes”, assegura.

Ainda de acordo com a especialista, ninguém nasce para fracassar e viver de escassez. “Todos merecemos uma vida de abundância e de realização. Dessa forma, é importante encontrar os obstáculos mentais que a impedem de ser bem-sucedida. Realmente podemos programar a nossa mente e construir o resultado que idealizamos. Mude suas atitudes através de seus pensamentos. Acredite e faça diferente.”, conclui.