Os pelos já estão bem aparentes e é chegado o dia da depilação. Para muitas mulheres, esses momentos são um pesadelo. A remoção dos fios costuma ser dolorosa e motivos não faltam, já que com a cera os pelos são arrancados inteiros e pela raiz. Mas, de acordo com Regina Jordão, da Pello Menos, algumas dicas podem ajudar a tornar o processo mais tranquilo. Veja.

Escolher a cera certa 

A cera quente relaxa a pele enquanto dilata os poros, o que facilita a retirada do pelo e causa menos dor. Por isso é a opção que traz mais conforto na hora de se depilar. Já a fria, por outro lado, consegue atingir áreas maiores, mas também pode causar quebra e encravamento dos fios, o que, por consequência, provoca mais incômodo. 

Período menstrual

É mais do que comprovado que a mulher fica bem mais sensível no período menstrual. As dores são sentidas com mais intensidade, ocasionando possíveis inflamações no local depilado. O ideal é agendar a depilação antes ou logo após o término.

Tamanho 

O comprimento do pelo também deve ser levado em conta, pois se for longo demais, a dor pode ser mais intensa. Já se estiver muito curto, são necessários mais puxões com a cera, o que também deixa o procedimento desconfortável. “Uma dica é fazer a depilação ao menos uma vez por mês”, reforça Regina.

Banho quente

Assim como o calor da cera, o banho quente pode ajudar a dilatar os poros, permitindo que bulbos capilares passem sem muita resistência, amenizando a dor.

Roupas confortáveis

Usar roupas frescas e mais soltinhas evita que a pele fique irritada e inflamada, diminuindo as chances de aparecer pelos encravados.

Beba água e evite cafeína

A cafeína presente nos refrigerantes, energéticos, cafés e chás verdes aumentam os impulsos nervosos na pele, fazendo com que a dor seja mais intensa. Evitar ingerir esses alimentos horas antes da depilação é um esforço que vale a pena. Por outro lado, beber uma boa quantidade de água mantém o corpo hidratado, deixando a pele fica mais resistente e elástica.

Esfoliação

Esfoliar a pele um dia antes ajuda. Os pelos menores, que ficam escondidos sob uma camada da pele e dificultam o processo depilatório, podem ficar mais expostos após uma esfoliação. Nesse processo, a camada fininha é rompida, retirando as células mortas, e ajudando na extração do pelos.