A Justiça dos Estados Unidos determinou nesta quinta-feira que o ex-presidente da CBF José Maria Marin fique "confinado" após sair da prisão e cumpra quarentena por causa do coronavírus. Só depois é que ele poderá pegar um voo e retornar o Brasil. A decisão estabelece que o confinamento terá de ser realizado em hotel ou outro tipo de acomodação em território americano. ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários