A lutadora goiana Kamila Barbosa, de 30 anos, não é uma estreante em Jogos Pan-Americanos. Depois de realizar um de seus sonhos como esportista em Toronto, no Canadá, em 2015, ela quer mais. Desta vez, o objetivo é trazer na mala uma recordação física para eternizar seu nome na história do esporte que pratica.A vida de Kamila sempre foi muito ligada à prática esporti...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários