Uma lei sancionada pelo governador Ronaldo Caiado, que exige identificação biométrica e monitoramento por imagens nos estádios goianos com capacidade superior a 10 mil torcedores, surpreendeu clubes, federação e administradores de praças esportivas a 11 dias do início do Campeonato Goiano. Para a maior parte dos envolvidos, é impossível a adaptação para o Estadual dest...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários