A canelite foi um tormento a alguns atletas da 28ª Caminhada Ecológica. Para tratá-los e recuperá-los, o fisioterapeuta Marcelo Cristalino usou a técnica da acupuntura.

Seguindo protocolo de atendimento, através do diagnóstico nos pontos lesados, Marcelo diz que houve boa resposta após o uso das agulhas - nos atletas, foram três em cada um deles. Isso é feito, segundo ele, durante cerca de 30 minutos.

Três atletas com inflamações e dores nas canelas conseguiram fechar o quarto dia. Marcelo explica que, mesmo que o paciente tenha receio ou aversão às agulhas, há outras formas de fazer a aplicação, como a magnetoterapia (uso de imãs e seus campos magnéticos para aumentar movimento de células no organismo) e a stiperterapia (uso do silício).

Marcelo Cristalino é o coordenador da equipe de massagistas da 28ª Caminhada Ecológica. Segundo ele, a técnica da acupuntura foi utilizada em algumas vezes, em edições anteriores. Mas, agora, ele resolveu usá-la nos atletas. Além da equipe de Marcelo, há as equipes de Fisioterapia e da Enfermagem, além do médico, Paulo Milad, para auxiliar no tratamento e recuperação dos atletas durante a Caminhada Ecológica. Nesta sexta-feira (19), alguns atletas fizeram tratamento, seja no trailer móvel de atendimento da Unimed como outros ficaram em repouso, no Campo da Paz, para terem melhor recuperação das lesões, escoriações, bolhas e da canelite.