A Polícia Civil de Goiás concluiu que a morte do agente de sistemas Flávio Leonel Moraes, de 36 anos, funcionário da Saneamento de Goiás S.A. (Saneago) que foi vítima de afogamento em 11 de abril deste ano, na Estação de Captação de Água Fluvial do Rio Meia Ponte, em Goiânia, ocorreu por negligência de seus superiores. Com isso, foram indiciadas por homicídio culposo dez pes...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários