A Justiça do Rio de Janeiro determinou que a deputada Flordelis dos Santos de Souza (PSD) seja monitorada por tornozeleira eletrônica e que permaneça em casa das 23h às 6h. Ela é suspeita de ter sido a mandante do assassinato do marido, o pastor Anderson do Carmo. A juíza Nearis Carvalho Arce, da 3ª Vara Criminal de Niterói, acatou pedido da Promotoria, que afirma...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários