A menos de duas semanas do fim do prazo de suspensão das aulas presenciais em Goiás – que segue até o dia 30 –, o Estado ainda está longe de atingir os critérios definidos para o retorno. De acordo com o que foi estipulado pelo Centro de Operações de Emergências (COE), a volta aos bancos escolares será liberada quando a ocupação de leitos for menor que 75% da capacida...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários