A família da estudante de Arquitetura Susy Nogueira Cavalcante, de 21 anos, enquanto estava internada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Goiânia, deveria ter sido informada sobre o fato antes mesmo da unidade de saúde registrar a ocorrência na polícia. Um técnico em enfermagem de 41 anos foi indiciado pelo crime. A afirmação é da presidente da Comissão de Dir...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários