Procurada pela reportagem, a Albenge Engenharia reconhece que havia uma série de incompatibilidades entre projetos arquitetônicos, estruturais e complementares da obra da Câmara Municipal de Anápolis. No entanto, a empresa alega que os problemas encontrados eram registrados no Diário de Obra e repassados para a prefeitura, o que é constatado em laudos feitos posterio...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários